Quarta-feira, Dezembro 1
Home>>Games>>Review: My Time at Portia é uma aventura inesquecível
GamesSlider

Review: My Time at Portia é uma aventura inesquecível

Por Diego Borges

Pouco mais de dois anos após estrear no PC e nos consoles, My Time at Portia finalmente chegou aos dispositivos móveis (Android/iOS), em uma versão bastante competente e ainda mais alinhada à proposta do jogo. Isso porque, como o game é do gênero Simulação e RPG, e sendo repleto de atividades que exigem grande dedicação em uma base diária, fica bem mais fácil de fazer tudo de qualquer canto, como no transporte público ou enquanto está na fila do banco. 

O jogo custa R$ 44,90, bem mais em conta que as versões irmãs dos consoles e PC, e é compatível com dispositivos Android 9.0 (ou superior) com mais de 3GB RAM operacionais. No caso do iPhone, modelos plus do 7, 8 e todas as outras versões a partir do X rodam o jogo “lisinho”.

Uma definição inicial, embora bastante limitante, para My Time at Portia é que se trata de um jogo do tipo “fazendinha”. Ou seja, você vai, sim, ter que construir seu canto, plantar e cuidar de animais, como se é esperado em jogos do gênero. Mas isso é só uma pequena parte de todo o universo de atividades que você pode fazer neste game. Existem missões a serem realizadas, pedidos de moradores a serem completados, materiais a serem coletados para a construção de itens diversos, e aventuras contra monstros, como em todo bom RPG. Se já jogou Stardew Valley, vai se sentir em casa em Portia. 

Aqui, não há experiências semelhantes. Você é responsável por sua própria aventura e progressão. Apesar dessa liberdade toda, o jogo conta, sim, com uma história principal. 

Após personalizar seu personagem no menu inicial, você é introduzido ao enredo. Em resumo, você herdou a antiga oficina de seu pai, e embora esteja sem dinheiro e sozinho, precisa se virar para transformar o local em seu novo lar, situado em um mundo pós-apocalíptico, e ainda restaurar a glória da civilização humana. 

Após essa introdução, onde o jogo nos guia pelos primeiros passos na nova aventura, você fica livre para explorar as mais de 100 horas de conteúdo disponíveis. Perdi as contas das vezes que liguei o jogo apenas para focar nas missões, coletando recursos, moedas e subindo de nível. Em outros momentos, focava apenas em fazer amizade com todos os personagens disponíveis na cidade. Não faltam atividades para fazer em Portia. 

Lembrando que não é possível exportar um “save” das outras versões do jogo, caso você já tenha jogado o título anteriormente em outra plataforma. Embora possa ser uma inconveniência para algumas pessoas, é uma ótima oportunidade para fazer tudo diferente na nova aventura.

É importante destacar que a versão mobile de Portia tem jogabilidade aprimorada, pois muitos dos recursos originais foram otimizados para economizar tempo dos jogadores e otimizar a diversão. 

Desenvolvido pela Pathea Games e pela Pixmain, My Time at Portia é um convite a uma aventura inesquecível e viciante, que vai proporcionar boas horas de diversão e momentos cativantes. Se gosta do gênero simulação, este é um título obrigatório para a sua biblioteca. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *