Cibersegurança

Quase metade das equipes de TI autoriza funcionários a não atualizar software

Foto: Imagem de mohamed Hassan por Pixabay Cerca de 25% dos funcionários brasileiros já reclamaram com a equipe de TI sobre a necessidade ou a frequência das atualizações de programas em seus dispositivos corporativos. Surpreendentemente, mais de 40% tiveram autorização para negar a instalação de um software específico ou sistema operacional. Estas são algumas das conclusões da campanha "Dor de Cabeça" da Kaspersky, que estuda o comportamento dos usuários durante a atualização de seus dispositivos. Além de trazerem novas funcionalidades e resolver bugs no sistema, as atualizações têm papel importante na segurança corporativa: a correção de vulnerabilidades. Essas brechas em programas ou sistemas operacionais permitem que pessoas não-autorizadas obtenham acesso à rede da empresa ou a

Leia mais
Cibersegurança

Quase um quarto dos PCs ainda usa o Windows 7

De acordo com um levantamento da Kaspersky usando metadados anônimos dos participantes da Kaspersky Security Network, quase um quarto (22%) dos computadores ainda rodam no sistema operacional Windows 7 - um sistema descontinuado em janeiro de 2020. De fato, o Windows 7 é um sistema estável e consolidado no mercado, porém ele é um sistema operacional descontinuado - o que significa seu desenvolvedor não oferece mais suporte e isto o expõe a ciberataques. Em outras palavras, caso alguém descubra uma vulnerabilidade em um sistema descontinuado, ela não será corrigida e é isso que aumenta o risco de segurança, pois normalmente estas vulnerabilidades permitem que cibercriminosos obtenham acesso ao sistema. Entre quem ainda usa o Windows 7, estão consumidores, pequenas e médias empresas (S

Leia mais