CibersegurançaSlider

Malware Formbook afetou mais de 5% das organizações no Brasil

Foto: rawpixel.com A Check Point Research (CPR), divisão de Inteligência em Ameaças da Check Point Software Technologies, uma fornecedora de soluções de cibersegurança global, divulgou o Índice Global de Ameaças referente ao mês de agosto de 2021. Os pesquisadores relataram que o Formbook é agora o malware mais predominante no ranking mensal no mundo, assumindo o lugar de liderança do Trickbot, o qual caiu para o segundo lugar após ter liderado o índice por três meses consecutivos. O Formbook é um infostealer, um malware que rouba credenciais de vários navegadores da web, captura imagens, monitora e registra digitação de teclas e pode baixar e executar arquivos de acordo com as ordens de comando e controle (C&C). No mundo, 4,5% das organizações foram impactadas pelo Formbook,

Leia mais
Cibersegurança

Entregas falsas e spam por WhatsApp marcam os ciberataques no 2º trimestre de 2021

Image by rawpixel.com Segundo levantamento da Kaspersky, empresa internacional de segurança e privacidade digital, as alterações na rotina decorrentes da pandemia da Covid-19 ainda servem como armadilha para os usuários. Porém, as iscas usadas para enganar as pessoas têm mudado, acendendo um alerta para a sofisticação dos cibercriminosos. No ano passado, no Brasil foram contabilizados 44,1 milhões de bloqueios de phishing, de acordo com a Kaspersky. Em 2021, levando-se em conta o período entre abril e junho, foram barrados 8,3 milhões de tentativas de roubo de dados a partir de links maliciosos. Desde o ano passado, para se ter uma ideia, os golpistas têm se aproveitado dos entraves logísticos, como a interrupção das entregas, para fazer o usuário abrir links de phishing presentes

Leia mais
Cibersegurança

Um terço das empresas sofreram com ataques por causa de senhas e políticas fracas de segurança

Image by rawpixel.com A internet não perdoou e transformou o atleta iraniano em um meme que ganhou popularidade durante as disputas da canoagem nas Olimpíadas em Tóquio 2020. A imagem traz o sobrenome de Ali Aghamirzaeijenaghad como sugestão de senha forte. A atenção gerada serve de alerta sobre a importância da gestão das senhas no ambiente corporativo. Pesquisa da Kaspersky mostra que quase um terço das organizações brasileiras (31%) tiveram problemas com incidentes de phishing ou ataques de engenharia social no último ano - sendo que 12% dos respondentes afirmaram que o ataque resultou em vazamento de dados. "O conceito de segurança clássico (firewall, proxy e o endpoint tradicional) foi criado para manter os criminosos do lado de fora da rede corporativa - é como um castelo m

Leia mais
Cibersegurança

Confira os golpes mais comuns no Facebook e como evitá-los

Imagem: Divulgação/Eset O Facebook continua sendo um dos mais populares serviços de rede social com mais de 2,85 bilhões de usuários ativos mensais. Isso também atrai todos os tipos de golpistas que procuram lucrar às custas de usuários desavisados. Apesar das medidas defensivas que o Facebook implementa para evitar que os golpes cheguem aos usuários, alguns inevitavelmente conseguem fazê-lo. Nesse sentido, a ESET, empresa de detecção proativa de ameaças, alerta sobre as formas mais comuns com as quais os golpistas tentam enganar os usuários do Facebook para obter dados pessoais e dinheiro. Entre eles, estão os golpes de phishing, empréstimos falsos por meio do Facebook, contas clonadas, golpes relacionados a concursos, criptomoedas, doações falsas ou avisos. A ESET os descreve abaix

Leia mais
CibersegurançaGames

1,1 milhão de ciberataques contra gamers foram registrados em 2020

Legenda: Game Minecraft foi usado como isca por hackers Em 2020, como os países do mundo inteiro foram forçados a fechar as portas, o número de jogadores de games on-line disparou. Para se ter um uma ideia, até o final de março de 2020, o número de usuários ativos e simultâneos que jogam ativamente no Steam (plataforma de jogos online mais popular do mundo) atingiu um recorde histórico. Essa marca foi novamente quebrada em março deste ano, quando a plataforma atingiu quase 27 milhões de usuários. Como os jogos on-line se tornaram cada vez mais populares, os cibercriminosos têm procurado maneiras de explorar esta tendência para seu ganho. Ano passado, pesquisadores da Kaspersky descobriram que houve um aumento significativo no número de detecções para sites com nomes que exploram o te

Leia mais
Cibersegurança

Conheça os golpes mais comuns no Mercado Livre e no Mercado Pago; saiba como evitá-los

Sites que atraem um grande número de usuários também se tornam atraentes para os cibercriminosos, que executam todos os tipos de golpes contra vítimas inocentes. Nesse sentido, o Mercado Livre e sua plataforma de pagamentos Mercado Pago não são exceção. Para prevenir os usuários, a ESET, empresa de detecção proativa de ameaças, alerta sobre alguns dos golpes mais comuns, como phishing e a venda de produtos falsos para que os usuários possam tomar medidas contra qualquer tentativa de fraude e ser capaz de evitá-las. A ESET alerta sobre as formas mais comuns de golpes nesses serviços: Phishing e comunicações fraudulentas: o phishing é um tipo de ataque que usa engenharia social, um método pelo qual a vítima deve entregar conscienciosamente o que o cibercriminoso está procurando (inform

Leia mais
Cibersegurança

Microsoft prossegue sendo a marca mais imitada em tentativas de phishing, segundo pesquisa

Imagem de efes por Pixabay A Check Point Research (CPR), braço de Inteligência em Ameaças da Check Point Software Technologies, uma fornecedora de soluções de cibersegurança global, publica o Relatório sobre Phishing de Marca (em todo o mundo) referente ao primeiro trimestre deste ano, em que são apontadas as marcas mais imitadas por cibercriminosos em suas tentativas de roubar informações pessoais ou credenciais de pagamento durante os meses de janeiro, fevereiro e março. No primeiro trimestre de 2021, a Microsoft foi novamente a marca mais frequentemente visada pelos cibercriminosos, assim como aconteceu no quarto trimestre de 2020. De todas as tentativas de phishing de marca, 39% estavam relacionadas à gigante da tecnologia (uma pequena queda comparada ao índice de 43% registrado...

Leia mais
CibersegurançaRedes sociais

Alerta de invasão: tentaram entrar na sua rede social ou conta do Google? Saiba o que fazer

Quando você tem uma autenticação em dois fatores para redes sociais como Facebook e Twitter, para o aplicativo WhatsApp ou mesmo para sua conta do Google, não é raro, ainda mais de outubro para cá, que tentativas de invasão sejam notificadas no seu dispositivo selecionado - geralmente o celular (mensagem SMS). Que bom que veio uma notificação, não é verdade. Isso não é motivo para pânico, apenas um cuidado extra. A primeira coisa é verificar, sem desespero, a fonte da possível tentativa de invasão. Se for sua conta na rede social procure logar no app e verificar seu perfil e últimas postagens. Se for o seu WhatsApp faça o mesmo. A conta do Google é bom acessar via browser, digitando o login e senha para ter certeza se algo estranho aconteceu. Essas tentativas de invasão geralmente s...

Leia mais
Cibersegurança

Como se proteger de tantos ataques na internet? Vamos aprender juntos

Nos muitos anos que escrevo sobre tecnologia (desde 1997) sempre me perguntam que tipo de ação tomar para evitar ser vítima de golpes virtuais. Há várias maneiras de se prevenir, de agir proativamente para reduzir as chances de ser invadido, ter a conta tomada ou ter dinheiro levado pelos criminosos virtuais. Porém, nada é 100% garantido. Acredito que a melhor saída seja um conjunto de medidas que o usuário deve tomar. Vamos tentar elencar aqui algumas. O começo de tudo é ter soluções de segurança ativas e atualizadas, em caso de computadores (desktops e laptops) ou celulares Android e iOS. Você vai me repreender ao dizer que não precisa de nada disso, pois os aparelhos da Apple são invioláveis. Não é bem assim. Certamente é mais seguro e complicado invadir um iPhone do que qualquer ou...

Leia mais