CibersegurançaSecundárias

Kaspersky detecta trojan se propagando como mod do WhatsApp

Imagem: Rawpixel.com A Kaspersky, empresa de cibersegurança e privacidade digital, identificou um mod malicioso do WhatsApp Messenger em circulação, conhecido como FMWhatsApp, e é uma modificação não-oficial do aplicativo. Porém, esta aplicação contém um trojan chamado Triada que pode exibir anúncios, realizar assinaturas não solicitadas e interceptar SMSs das vítimas. De acordo com as detecções da empresa entre janeiro de 2020 e agosto de 2021, o México e o Brasil são os países latino-americanos onde o trojan está mais ativo com 2.474 e 2.327 bloqueios no período - no ranking global, os países ocupam a 6ª e 7ª posições respectivamente. A ameaça ainda está presente na Venezuela (690), Colômbia (636), Peru (362), Argentina (311), Equador (226) e Chile (160). Este malware atua como

Leia mais
AplicativoWhatsApp

Telegram decola, mas WhatsApp ainda é soberano nos smartphones brasileiros, garante pesquisa

Foto: Rawpixel Segundo a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box, apesar do WhatsApp seguir sendo o aplicativo rei nos smartphones brasileiros, instalado em 99% dos aparelhos, o Telegram segue sua crescente e já está em 52% dos aparelhos nacionais. Outro destaque é o Signal presente em 12% dos celulares inteligentes no Brasil. Ele nem era citado em 2020, último levantamento. O Signal chegou na empolgação e divulgação de Elon Musk, o dono da Tesla. Eu mesmo baixei, testei e desinstalei em menos de 30 dias. Provável destino do app na maioria dos celulares nacionais. Outros destaques são Instagram com 82% e Facebook Messenger com 76%. Analisando a popularidade a cada ano, desde agosto de 2018, o WhatsApp começou em 97% e, desde o ano passado, estabilizou em 99%. Enquanto isso, o Faceb

Leia mais
Cibersegurança

Entregas falsas e spam por WhatsApp marcam os ciberataques no 2º trimestre de 2021

Image by rawpixel.com Segundo levantamento da Kaspersky, empresa internacional de segurança e privacidade digital, as alterações na rotina decorrentes da pandemia da Covid-19 ainda servem como armadilha para os usuários. Porém, as iscas usadas para enganar as pessoas têm mudado, acendendo um alerta para a sofisticação dos cibercriminosos. No ano passado, no Brasil foram contabilizados 44,1 milhões de bloqueios de phishing, de acordo com a Kaspersky. Em 2021, levando-se em conta o período entre abril e junho, foram barrados 8,3 milhões de tentativas de roubo de dados a partir de links maliciosos. Desde o ano passado, para se ter uma ideia, os golpistas têm se aproveitado dos entraves logísticos, como a interrupção das entregas, para fazer o usuário abrir links de phishing presentes

Leia mais
CibersegurançaWhatsApp

Golpe da clonagem de WhatsApp é difícil de rastrear

Imagem: Rawpixel.com Quando roubam o WhatsApp de uma vítima é algo bem ruim, mas quem foi atacado acaba descobrindo até rapidamente. Sim, não a tempo suficiente para evitar que amigos caiam no golpe, mas sabe. Quando alguém clona seu WhatsApp aí complica. Nem sempre a descoberta é tão rápida. A clonagem ocorre quando o criminoso pega sua foto de algum lugar da internet e, usando um chip qualquer, começa a pedir dinheiro para seus amigos e parentes. Mas como ele tem acesso às pessoas próximas sem invadir o seu celular? Segundo a Kaspersky, isso ocorre porque os bandidos já tiveram acesso a dados pessoais das vítimas. Esta é a principal mudança no esquema. Os criminosos compram um banco de dados com muitas informações pessoais, como endereços, telefone, local onde trabalha, preferên

Leia mais
CanalCibersegurançaWhatsApp

WhatsApp Pay é seguro? Especialista da Visa explica

Imagem from Rawpixel Em entrevista para o meu canal no YouTube (veja o vídeo abaixo), Adriana Umeda, diretora de Risco da Visa, explica as camadas de segurança para que o WhatsApp Pay uma solução segura para os envolvidos nas transações. Segundo Umeda, o WhatsApp Pay é uma solução segura e ela explica que uma das camadas é uma forma de token na nuvem, ou seja o Cloud Token. "Não conseguem penetrar no processo de segurança Visa e Facebook que é o Cloud Token que faz o trabalho de garantir que a informação que vai trafegar na hora da transação não é o número real do consumidor, mas um número aleatório", garantiu a diretora. Quer saber mais sobre o assunto? Abaixo segue o vídeo para a entrevista completa onde ela também fala sobre o golpe do motoboy e como evitá-lo:

Leia mais
Cibersegurança

Conheça os golpes mais comuns no Mercado Livre e no Mercado Pago; saiba como evitá-los

Sites que atraem um grande número de usuários também se tornam atraentes para os cibercriminosos, que executam todos os tipos de golpes contra vítimas inocentes. Nesse sentido, o Mercado Livre e sua plataforma de pagamentos Mercado Pago não são exceção. Para prevenir os usuários, a ESET, empresa de detecção proativa de ameaças, alerta sobre alguns dos golpes mais comuns, como phishing e a venda de produtos falsos para que os usuários possam tomar medidas contra qualquer tentativa de fraude e ser capaz de evitá-las. A ESET alerta sobre as formas mais comuns de golpes nesses serviços: Phishing e comunicações fraudulentas: o phishing é um tipo de ataque que usa engenharia social, um método pelo qual a vítima deve entregar conscienciosamente o que o cibercriminoso está procurando (inform

Leia mais
CibersegurançaNegócios

Pagamento por aproximação cresce no Brasil; conheça vantagens e desafios

Image by rawpixel.com Pagamento por aproximação finalmente ficou comum no Brasil (acredito que lá fora já era mais normal). A pandemia do novo coronavírus nos forçou a adotar várias medidas de segurança e uma delas é o pagamento sem precisar encostar o cartão na maquininha. Um avanço a isso é o uso do celular, de relógios inteligentes e de pulseiras inteligentes para o pagamento. Os serviços via dispositivos inteligentes para pagamentos são ainda mais robustos em segurança e prometem ainda mais facilidades para seus usuários. Praticamente todo mundo tem um smartphone para sacar do bolso e fazer o pagamento. A pulseira inteligente circula em um grupo mais reduzido, mas também está aí, bem como smartwatches que, pelo valor astronômico, são formas de pagamento de um público ainda mais s

Leia mais
WhatsApp

WhatsApp vai receber mais 8 atualizações ainda em 2021

Imagem: Rawpixel.com Serão 8 atualizações que o WhatsApp vai receber até o final de 2021. Tem para todos os gostos. Aqui vou te falar um pouco do que vem por aí. Muita coisa boa e útil. 1 - Chats arquivados para sempre Sim, finalmente o WhatsApp/Facebook ouviu nossas preces - ao menos as minhas - e vai arquivar pra sempre as conversas que você decidiu por assim fazer. Lembra quando você colocava uma conversa como arquivada, mas na primeira atualização lá vinha ela novamente para a página principal do seu app? Seus problemas estão para acabar. Assim, só vão sair do arquivo se você assim desejar. Dessa forma, você evita sair daquele grupo chato, mas que pode ser necessário. 2 - Acesso a até 4 smartphones Sim, ao invés de ter várias contas diferentes você agora pode ter o mesmo WhatsAp

Leia mais
CibersegurançaWhatsApp

WhatsApp: quase 90% das mensagens fraudulentas têm origem no app

Imagem: Rawpixel.com É fácil entender o motivo pelo qual quase 90% das mensagens fraudulentas que circulam pela Web no Brasil são disseminadas pelo WhatsApp. O app está em 98% dos aparelhos celulares no Brasil. É o WhatsApp o app mais ativo nos smartphones no País e é um aplicativo muito fácil de usar para todas as classes sociais. O número em questão, 90% de mensagens fraudulentas disseminadas via Whatsapp, veio através de dados anônimos enviados de forma voluntária pelos clientes do Kaspersky Internet Security for Android. A partir dos dados coletados, a empresa russa de segurança da informação conseguiu mapear quais são os apps mais usados em golpes de mensagens falsas (phishing). "Uma análise dos links maliciosos detectados entre dezembro de 2020 e maio de 2021 mostra que a grand

Leia mais
CanalCibersegurança

Hackers estão de olho em sua carteira; entenda

Image by rawpixel.com Não é de olho que hackers estão de olho na sua carteira, dinheiro, cartões, senhas e tudo mais que eles podem conseguir roubar. Pois bem, as empresas também não estão livres de ataques e o ransomware é a modalidade que mais afeta elas. O sequestro virtual de dados pode deixar as empresas em maus lençóis. Para tentar te ensinar a não cair em golpes virtuais e estar sempre preparado para evitar os ataques dos cibercriminosos, convidamos Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky, para nos ajudar a desvendar os principais ataques e as formas que você tem para evitá-los. Confira tudo no vídeo abaixo:

Leia mais